quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Palavras-chave

Humano, humanidade, humanização.. Essas palavras sempre me remetem a bondade, filantropia, consciência, Ser. 

Mas a gente sabe que se tratando do Homem as coisas não são tão bonitas assim. Nós, seres humanos, somos naturalmente bons e ruins. 

Não sou seguidora do discurso maniqueísta. Ainda acredito que cada um tem um pouco de cada e um mais de um. Isso é consequência da criação que tivemos, do instinto que há dentro de cada um e do caráter que fomos formando ao longo de nossa caminhada. 

O fato é que cada ser humano é único e o que é bom pra mim pode ser ruim pra você. Há pessoas que ficam inconformadas com o estilo de homem que gasta não-sei-nem-quanto de dinheiro em um carro de som e faz desse equipamento um filho que grita um determinado estilo musical. 

Eu não gosto. Ele gosta, ele ama. Eu não entendo. Não, não mesmo. Ele entende.

A verdade é que eu não preciso entender nada, você não precisa entender nada. Se ele entende e está realizado, tudo bem, tudo certo. Cabe a mim e a você apenas respeitar.

Respeito é a palavra chave dessa vida.

O respeito desencadeia mil outras virtudes e solidifica qualquer tipo de relação. Eu não preciso concordar com você para respeitar sua opinião, sua decisão, seu estilo e seu modo de agir. Eu demonstro as minhas opiniões, decisões, estilo e modo de agir e você não precisa concordar comigo para me respeitar.

Mas o ser humano é naturalmente bom e ruim, como consequência da criação que teve, do instinto que há dentro de cada um e do caráter que foi se formando ao longo da caminhada... E a gente desrespeita, a gente machuca, é machucado, erra, tropeça, bate, apanha, chora, ri, perdoa.

Perdão é a segunda palavra chave dessa vida. 

Perdoar é uma virtude que poucos fortes tem. É uma decisão que se transforma em sentido.Você não acorda perdoando. Você decide perdoar. E quando você perdoa, você desapega. Você fica livre.

Liberdade é a terceira palavra chave dessa vida. 

Ser livre é poder ir e vir quando e para onde eu quiser, da maneira que eu quiser, sem me prender a nenhum rótulo ou imposição social. É ser quem eu quero ser, estar com quem eu quero estar, é satisfazer a minha vontade, que você vai ter que respeitar.

Respeito é a palavra chave dessa vida.

Raquel - Novis 2014! Rsrsrs

2 comentários:

  1. Raquel, bem vinda como participante desse amado blog. Bora colocar ele pra rolar nesse 2014 porque a gente tem muito dentro da gente.

    Beijo grande e um 2014 bem lindo.

    Larissa.

    ResponderExcluir