domingo, 30 de janeiro de 2011

Cisne Negro

Genteee, quem ai está ansiosa pela estreia de Cisne Negro?? hehehe... Faz muito tempo que não espero ansiosamente por um filme!! Já li tuuuudo a respeito!! hehehe...

Tudo nesse filme me dá vontade de assistir. No início, a vontade vinha por tratar do Lago dos Cisnes(o mais famoso ballet de repertório do mundo! De Tchaikovsky... ) Mas depois, ao ver que ele fez um thriller psicológico ambientado no mundo do ballet, eu fiquei com mais vontade ainda!!!

Na história do Lago dos Cisnes existe o Cisne branco (uma princesa, daquelas de contos de fadas, que através de um feitiço ficou presa no corpo de um cisne) e o Cisne Negro(a irmã gêmea malvada do Cisne branco). No filme, o diretor utilizou o Cisne Negro como nada mais nada menos que o alter ego do Cisne branco (lindo, perfeito , delicado e que não peida). Nina (a linda Natalie Portman) é um retrato do Cisne branco e é desafiada a mostrar a sua porção cisne negro... ainda existe a mãe, bailarina frustada que solta todos os seus recalques na filha...o resto, bem, eu também ainda não assisti o filme! hehehe

O que mais me encantou também, foi o autor querer focar mais no antes de um espetáculo de ballet do que no espetáculo propriamente dito. Todas as dores, as restrições e os traumas que se criam nas bailarinas!  Por incrível que pareça, eu que sou completamente apaixonada por dança também sempre gostei de prestar atenção nesse "antes do espetáculo"...amo ver ensaios e ver os bailarinos,artistas de circo ou o que  quer que seja tentando se superar! Gosto mais de ver seres humanos do que fantasias prontas e inatingíveis!! Às vezes, em espetáculos profissionais, gosto de ver erros e sempre aplaudo! Isso me faz lembrar que são seres humanos que estão ali! Afinal, quem não erra?

Lendo tudo isso comecei a lembrar de cenas que eu vivi tentando superar os limites do meu corpo...uma vez, ao pular para uma turma mais avançada na dança, quase lasquei o meu joelho por fazer aquilo que sabia que o meu corpo não aguentava, só para mostrar que tinha condições! Tenho mancha nas costas desde os 14 anos, por conta de um machucado e hoje, praticamente toda semana eu ganho uma mancha de machucado nova no pé ou nas pernas, e não tenho um pingo de vergonha de colocar um short e exibi-las. Sempre lembro da frase do meu professor de circo quando mostramos um machucado: É a arte entrando...

Poisé, como eu já disse antes, esse mundo das "artes corporais" me fascina demais! E no filme ainda ganhamos um "plus" com o figurino maravilhoso!! Dá vontade de voltar pro ballet só para usar essas roupas...hehehe

 A atriz perdeu 10kg(só pode ter tirado os ossos) para o papel!



Olha que maravilhosa essa fantasia do Cisne Negro

P.S: Acho que não sou só eu que estou enfeitiçada pelo filme, até a moda está!  A temporada de desfiles de moda atual, mostra uma completa inspiração no ballet. Até a Vogue da Russia de janeiro fez um editorial inspirado no mundo do ballet...Olha que lindo:



Um beijoooooo e bom domingo!!

Rully

2 comentários:

  1. A parte que você falou da frustração da mãe, lembrei de um filme que vi há anos e que não lembro o nome em que a filha desiste de dançar o Lago dos Cisnes e fala a seguinte frase para a mãe: "você não tinha os pés, eu não tenho o coração". Nunca esqueci essa frase, se aplica a várias ocasiões da vida.
    Vamos combinar de ir ver quando estrear.
    Beijo,
    Larissa.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, vc nunca aparece aqui pra escrever, abandona seu próprio blog, mas quando aparece é sempre com uma pérola!! Por isso não fico com raiva dos seus abandonos! =) Adorei!!

    Beijo!

    ResponderExcluir