terça-feira, 30 de novembro de 2010

Para Larissa, com amor..

E hoje começa a temporada de aniversários do blog! Coincidência ou não, as três amigas que aqui escrevem são sagitarianas. Dizem que sagitariano é aventureiro, e isso a gente comprova. Não aventureiro de pegar uma mochila, colocar nas costas e acampar no mato (nós três temos experiencias traumáticas em relação a isso.) mas aventureiras da alma! Gostamos de sentir. Sejam gostos, arrepios, sensatez, bom senso, medo ou desafios...a nossa alma precisa desse combustível..

Mas hoje, especialmente, o dia é da amiga Larissa!

O que desejar a Larissa se não sorte? Que ela não precise da sorte!
Que tenha saúde, mas coragem para enfrentar a doença.
Te desejamos amiga, que você rale, se frustre, tenha dor de cotovelo, dor de dente, não tenha medo, e que saia sempre de tudo isso com um sorriso no rosto (e mascando um chiclete, de bom humor!).

Que você tenha tudo e não precise de nada!
Que seja livre e...Liberte!
Que não tenha medo de se revelar frágil pois Super-heróis morrem cedo.

E que o mundo continue te estimulando a viver!

Te desejamos todas as palavras bonitas do dicionário, cosquinhas descontraídas e muitos brigadeiros de colher!
Te desejamos que você continue aparentando ser mais nova ( se hoje já é bom, imagine com 50 anos...kkk)
Que o seu bumbum nunca caia, mas se cair, ahhh cara, você é muito mais que uma bunda! kkkk...
Te desejamos os seus próprios sonhos...

Para Larissa....Com muito amor!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

SAMBA:
O samba é um gênero musical, de onde deriva um tipo de dança, de raízes africanas surgido no Brasil e tido como o ritmo nacional por excelência. Considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras, o samba se transformou em símbolo de identidade nacional. Dentre suas características originais, está uma forma onde a dança é acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano e levado, na segunda metade do século XIX, para a cidade do Rio de Janeiro pelos negros que migraram da Bahia e se instalaram na então capital do Império. O samba de roda baiano, que em 2005 se tornou um Patrimônio da Humanidade da Unesco, foi uma das bases para o samba carioca.
PAGODE:
O pagode é um gênero musical brasileiro originado no Rio de Janeiro a partir da cena musical do samba dos fundos de quintais. Esta é a forma pejorativa e preconceituosa que esta palavra assumiu.
Na verdade, o pagode não é exatamente um gênero musical. Pagode era o nome dado às festas que aconteciam nas senzalas e acabou tornando-se sinônimo de qualquer festa regada a alegria, bebida e cantoria.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pagode

Pagode é um acrônimo para Porcaria Auditiva Generalizada por Otários Desprovidos de Educação, mas também é o nome de antigos templos hinduístas onde se cultuava o deus pagão Gaynesh, deus do requebrado.
O que poucos sabem é que o pagode foi um ritmo musical originalmente criado por fudistas, chineses do século IV e V, enquanto se reuniam em seus churrascos cervejetarianos. Mais tarde o ritmo se espalhou para a África e países nórdicos, finalmente chegando ao Brasil, quando ainda era um inofensivo ritmo de raiz.
No entanto, após ser manipulado por nazistas escondidos na América do sul, tornou-se uma poderosa arma de destruição em massa. Os pagodeiros antigos passaram então a preferir ser chamados de sambistas, enquanto o pagode atual recebe cada vez mais influências da axé music e do emocore.
Atualmente, trata-se de um estilo musical composto por um vocalista desafinado que pinta o cabelo de loiro, além de mais dois ou três panacas que ficam rebolando e fazendo um batuque infernal. Na maioria das vezes as músicas falam de dor de chifre.
http://desciclo.pedia.ws/wiki/pagode

Beijos sambados e jamais pagodeados,
Larissa!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Concursinho...

Oi gente,
Tô passando aqui rapidinho, pois estou no meu super horário apertado de almoço...! êêêê almoçar na marmita não é vida gente! hehehe...maaaas, ces´t la vie...

Vocês me viram no blog da Mariah?? heheheheheh..A Cabana arquitetura foi uma das oito finalistas de um mini concurso que ela fez para a reforma do escritório dela...Legal né? Poisé...

Lá estava eu e meu namorado em uma daquelas tardes ociosas de domingo e ai, ele resolveu fazer uma proposta para o concurso..Foi ele que fez ali rapidamente, ele que mandou a minha foto(horrível! Vou matar ele..) e ele que escreveu aquele textinho que está na montagem...ou seja, ele fez tudo!!! hehehehe...Nós já tinhamos esquecido desse concursinho e ontem, altas horas da noite, quando eu estou saindo da aulinha de circo só vejo uma mensagem da Rapha me falando!! Valeu Rapha!!!
Poisé gente, passem lá...fiquei lisongeada porque só tem projeto lindo!!!

...e agora, deixa eu ir, porque meu horário de almoço acabou! Está na hora de voltar pro batente....

Beijãoo

Rully

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Segunda Feira Musical com Breculê

Hoje, na nossa segunda feira musical, venho orgulhosamente falar de uma banda cearense:
Breculê é uma banda cearense, de composições autorais e que mistura vários ritmos como o baião, maracatu, samba... As músicas, na sua maioria, possuem uma melancolia agradável de se ouvir, de boa reflexão, assim como outras que deixam a melancolia de lado, colocando todos para dançar. Segundo Henrique Neves, do Diário do Nordeste, “Entre um piano, um trompete, um violão e uma percussão leves, a poesia e uma das vozes do grupo temperam uma cantiga mais bucólica que melancólica.” E segundo Amanda Klein, também autora desse blog, “Mulher, eles tem músicas que se o Chico Buarque ouvisse ia saber que ficou no chinelo”.
Eu já conhecia a banda e desde que conheci passei a ser uma apreciadora das suas músicas. Ontem, eles fizeram um show no Teatro Boca Rica, no Dragão do Mar. Eu chamei a Amanda para ir conhecer e ela também se encantou com a banda, “Larissa, estou encantada, eles são ótimos, estou orgulhosa do Túlio. kkkk (Túlio é um dos percussionistas e estudou com ela na época do colégio)”. E, de fato, são MUITO bons, dentro do meu conceito leigo e em conceitos de críticas profissionais.
A banda é relativamente nova, não sei ao certo quanto tempo mas, sei que tempo suficiente para já ter conquistado seu espaço na cena musical de Fortaleza assim como um público fiel, além do público que vai conhecer e adora, se tornando também um fã.
Enfim, o show é muito bom, vale a pena demais conferir, os meninos estão de PARABÉNS e merecem todo o sucesso na carreira e estou ansiosa para o próximo show.


video                                                             

Fotografia: Igor Grazianno - Figurino e Arte: Temmis Memória
                                                                                              

Samba do Lago

Composição: Fabrício da Rocha/José Leite Neto/Fábio Marques

Domingo tem rede, ressaca...
Na vizinha tem
Tem roupa no varal e alguém
Gritando no quintal por seu Jessé.
O telefone...
- Minha filha, atenda aí...
- Era a Nadir, diz que o Pedrinho vem no fim do mês.
Prepara a batucada e
Avisa a moçada que a folga acabou
O ..Capa.. Com seu samba americano vai desembarcar
E apesar do tom de Texano,
É bamba lá do Ceará
Quem não vai, não vem
Quem não vier, deixa pra lá
Passa pelo Valney que tem
Sempre alguém tonto, pronto a batucar.
- Meu irmão, traz uma cerveja, assim não dá para se concentrar,
e arranja uma cremosa pra sambar...
Esquece aquela rede
Já não calha descansar
O samba está ..truando..
E a moçada pra chegar
Quem disse que domingo não foi feito pra cantar?
Domingo no lago
Cachaça branca pra quem vem
Um bom samba de banco,
- Bem, espera que ainda volto pro jantar.
Se o samba der, eu fico um pouco mais,
Mas volto cedo, pois amanhã é de trabalhar

Segue o myspace da Breculê:
http://www.myspace.com/brecule

Beijos,
Larissa!


sábado, 20 de novembro de 2010

Para rir um pouquinho...

Ola gente,
Faz mais de um mês que eu não piso por aqui, se não fosse minhas duas amigas e companheiras de signo, Larissa e Mandiurecles, esse blog estaria cheio de teia de aranha!! kkkk...

Vim aqui falar de um blog relativamente novo, que fala um pouco sobre as saídas de fortaleza: O drink cas'amiga! Vocês já conhecem? É engraçado demais, não tem como não bolar de rir...

Vai receber alguém na sua casa? Quem inventou que doritos servido na tigela é tira gosto?? O drink cas'amiga acha isso uma forçação de barra! Decorar a casa para receber a visita??!! Minha filha dá muuuuuuito trabalho e ninguém repara! Uma boa varrida na sala  antes da visita chegar está mais do que ótimo....kkkkkkkkkkkkkkk! Sem contar o post sobre a festa no comitê da Dilma logo após a sua vitória (Amém!)...garante umas boas gargalhadas...

O blog ainda tem poucos posts porque ele é ainda mais pirralho que o nosso baby Sambando na lua mas, com certeza, ainda veremos muitos posts comédia sobre os bares e baladas da nossa linda província Fortaleza, apelidada carinhosamente de "Terra do sol" ou até mesmo "solo alencarino" se você quiser soar mais cult...kkkkkk

Um beijo e um queijo polenguinho light pra vocês!
Rully
 





segunda-feira, 15 de novembro de 2010

SEGUNDA-FEIRA MUSICAL

Essa semana "roubei" do facebook do Leandro Fregonesi (já falei dele aqui) um vídeo que ele postou da música SE UM NOVO AMOR ME CONVIDAR. Quando eu ouvi me apaixonei pela música. Sabe aquele tipo de música que parece uma praga (no bom sentido da coisa)? Você ouve uma vez e a música fica na sua cabeça, você não sabe a letra, mas passa o dia cantarolando a música e pensando - "que música legal!". Pois, foi isso que aconteceu comigo. Passei o dia cantarolando a música com vontade de tomar cerveja, só que como eu estava morta de doente fiquei só na vontade mesmo. A música é do Leandro com o Rafael dos Santos e quem estar cantando é a Nilze Carvalho. Não conhecia a cantora, mas gostei demais.


video

SE UM NOVO AMOR ME CONVIDAR - Samba de embalo
(Leandro Fregonesi / Rafael dos Santos)

Chega de tentar dissimular
O que não dá pra disfarçar, amor
...Hoje não vai dar pra empurrar
Lá pra debaixo do sofá a dor
Você zombou de mim
Brincou com meu amor
Eu já tô cansado de chorar
Se um novo amor me convidar, eu vou!

Vou porque você não mereceu minha guarida
Vou-me embora bem feliz da vida
Só você não viu o meu valor
Se um novo amor me convidar, eu vou!
 
Beijos!
 
Amanda Klein

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Meu escritório!!

A Ju que trabalha comigo me mandou uma foto linda de um home officer. Quem não queria um cantinho desse pra chamar de seu? O mais legal de tudo é o antes e o depois desse ambiente. Como um closet cheio de entulhos pode ser transformado nessa maravilha?

As fotos foram retiradas do blog Colherinha de Chá. Esse blog é uma descoberta da Ju e eu achei uma maravilha! Coisinhas lindas, idéias bem diferentes que aumentam nossa vontade de reformar nossa casa, de mudar nosso quarto..."faxinar" nosso cantinho. E eu acho que é isso que vou fazer no meu feriado. =)


                                         O antes!

                                         O depois!!!!!

Beijos,

Amanda Klein

terça-feira, 9 de novembro de 2010

"Abusado - O Dono do Morro Dona Marta" - Eu recomendo!

Abusado é um livro-reportagem, vencedor do Prêmio Jabuti de 2004 na categoria Reportagem e melhor livro do ano não ficção, de autoria do Jornalista Caco Barcellos, que narra a violência urbana instalada no Rio de Janeiro. Ele conta a história de Juliano VP, codinome de Marcinho VP, traficante conhecido do Morro Santa Marta, Zona Sul do Rio e que foi assassinado na prisão em 2003.
O livro mostra a gritante desigualdade entre os moradores da Zona Sul e os moradores da favela ao lado. Pessoas que já nascem sem oportunidade na vida e completamente esquecidos e abandonados pelo poder público não tendo, na maioria das vezes, nenhuma chance de escolha. Mostra também a forma truculenta, corrupta, dissimulada e manipuladora da polícia, além das péssimas condições carcerárias. E, sem contar também, na descarada manipulação da imprensa, que era para nos mostrar a realidade e mostra o que melhor convém.
Te leva a entender como o tráfico e vários outros crimes funcionam dentro e fora dos morros e como os traficantes são os juízes dos morros, criando e fazendo cumprir suas leis. Mostra a controvérsia dos traficantes que fazem toda a parte “social, humana e assistencialista” dentro desses lugares esquecidos pelo poder público e que, ao mesmo tempo, são os feitores de crimes bárbaros contra seus conterrâneos.
Juliano VP era um traficante sem vícios, de gosto refinado, gostava de leitura, era religioso e tinha contatos que iam do alto escalão do Comando Vermelho até intelectuais cariocas, além das namoradas que iam das moradoras do morro até as meninas classe média da Zona Sul do Rio. Ele se declarava “O lado certo da vida errada”.
Na minha opinião, bem interessante, para não dizer até um pouco fascinante.
Em uma entrevista, ele cita a seguinte frase: “Eu, particularmente, odeio sequestro, até porque fui sequestrado três vezes pela polícia para me mineirar, extorquir. O meu grupo não pratica esse crime. Mas de uma certa forma o seqüestro funciona como um meio de distribuição de renda, não há como fugir disso.”
Gente, não que eu concorde ou esteja fazendo qualquer tipo de apologia ao crime, longe, muito longe de mim. Mas achei incrível o pensamento da criatura e a capacidade de falar uma coisa dessas e me fazer bolar de rir em um livro onde a leitura é tão tensa e desgastante.
Não que eu pense que a polícia é toda ruim e que bandido seja bom, mas da pra se colocar um pouco no lugar dessas pessoas que já nascem condenadas.
Enfim, estou completamente envolvida com esse livro, mas ainda admirada com o profissional que é o Caco Barcellos e profundamente triste e desiludida com a realidade da segregação social em um país de tanto potencial quanto o nosso Brasil.
Ahh, só um detalhe meio fofoca, o Santa Marta é o morro onde o Michael Jackson veio gravar aquele clipe. Adivinhem só quem faz a segurança pessoal do astro? Seria cômico se não fosse trágico.
                       Juliano VP (Codinome de Marcinho VP)
Beijos,
Larissa!

Os Caminhos de Mandela

Os Caminhos de Mandela – Lições de vida, amor e coragem é um livro maravilhoso. Leve, de uma leitura gostosa e rápida. Um livro que nos faz pensar e repensar sobre nossos valores e a real importância de cada coisinha que cruza nossa vida. É uma nova chance de revermos nossa postura diante dos acontecimentos de nossas vidas e melhorarmos nossa visão do mundo. Pra mim, um livro de grande valia e de grande contribuição para meu crescimento como pessoa. Como disse Richard Stengel (autor do livro) perguntar “O que Nelson Mandela faria?” é um exercício poderoso, que nos faz pessoas melhores, mais racionais, mais generosas e mais calmas nos momentos mais turbulentos de nossas vidas. Nelson Mandela é um grande exemplo a ser seguido para conseguirmos um mundo melhor.

Aconselho a leitura! 

Deixo aqui três trechos do livro que eu gostei bastante:

“Ninguém é tão nobre quanto as melhores coisas que tenha feito ou tão venal quanto as piores”

“Ele é grande porque triunfou sobre seus defeitos, não porque não os tenha.”

“Não há destino que molde nosso fim, nós mesmos o moldamos.”

Beijos,

Amanda Klein

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Segunda-feira musical

Hoje vou falar um pouquinho sobre um CD muito legal que minha irmã comprou na Livraria Cultura. O CD com direção de Nelson Motta, é da Fernanda Takai cantando Nara Leão e é muuuuito bom! Eu particularmente gosto muito da voz dela, é muito agradável e relaxante...todas as 13 faixas do CD são boas, a seleção foi "só o filet". O meu xodozinho do CD é a faixa 1 que eu coloquei o vídeo aqui embaixo, mas as faixas 3, 7, 8, 10  eu também gosto bastante. Vale à pena comprar!


A Fernanda Takai também tem um blog que eu olhei rapidamente, mas me pareceu bem interessante - http://fernandatakai.com.br/


video

Diz que fui por aí
(Zé Kéti / Hortensio Rocha)

Se alguém perguntar por mim
Diz que fui por aí
Levando o violão embaixo do braço
Em qualquer esquina eu paro
Em qualquer botequim eu entro
Se houver motivo
É mais um samba que eu faço
Se quiserem saber se volto
Diga que sim
Mas só depois que a saudade se afastar de mim
Tenho um violão para me acompanhar
Tenho muitos amigos, eu sou popular
Tenho a madrugada como companheira
A saudade me dói, o meu peito me rói
Eu estou na cidade, eu estou na favela
Eu estou por aí
Sempre pensando nela

Bjs,

Amanda Klein

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Não façam isso em casa!

Uma vez a amiga Rully me disse que passar Bepantol líquido no cabelo era uma maravilha, hidratava que só uma beleza. Desde esse dia, sempre que eu vou na farmácia eu pergunto se tem o bendito Bepantol líquido e nunca encontro. Ontem fui na farmácia e fiz a mesma pergunta de sempre e pra variar a mesma resposta: “Não senhora, não temos Bepantol líquido!”

Aí...lá vou eu com minha mente brilhante e vejo um creme preventivo de assaduras da TURMA DA MÔNICA e imagino que deve ser a mesma coisa do Bepantol líquido. Vou no farmacêutico e pergunto: “Moço, isso aqui é a mesma coisa do Bepantol líquido?” Aí ele: “Senhora, não é exatamente a mesma fórmula, mas tem a mesma função que é para assadura.” Depois disso ele riu e eu imaginei que ele provavelmente estava pensado que eu estava com assaduras. Kkkkkkk Mesmo assim não me preocupei em justificar que queria o produto para hidratar meus cabelos, deixa o farmacêutico pensar o que ele quiser.

Cheguei em casa e fui passar o produto no cabelo, resultado instantâneo, o meu cabelo ficou duro que nem Bombril. Se eu cortasse um pedaço do meu cabelo ia ser uma maravilha pra arear as panelas lá de casa. Mesmo assim não desisti e ainda coloquei um pouquinho de hidratante sem enxágüe pra tentar melhorar a situação, mas de nada adiantou. Continuei com o produto no cabelo, amarrei e fui dormir. Amarrei o cabelo porque o cheiro do creme não era lá essa maravilha toda. O produto da TURMA DA MÔNICA tem cheiro de pasta d´água.

Amanheci ansiosa pelo resultado na minha cabeleira, e quando soltei o cabelo tava mais duro do que antes e logicamente todo marcado. Resultado - passei duas mãos de xampu pra tirar o produto e limpar o cabelo e ainda passei creme de massagem durante o banho e creme sem enxágüe após o banho pra tentar amaciar minhas madeixas.

Resumo de tudo...uma catástrofe!!! Fica minha dica aqui para que vocês nunca, jamais, em hipótese alguma passem pomada para assaduras da TURMA DA MÔNICA no cabelo. Depois eu vou testar o Bapantol líquido e falo o que aconteceu, espero do fundo do meu coração que tenha algum efeito positivo no meu cabelo.



OBS: Eu ainda pensei em bater umas fotos do meu cabelo, mas como eu estava um pouco atrasada e sabia que ia demorar um pouco no banho deixei pra lá!

Bjs,

Amanda Klein

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Cara de Pau!

Tem uma clínica em frente a HABITAFOR (meu trabalho) que possui duas vagas de estacionamento na calçada. Sempre que eu chego e tem alguma vaga, eu paro lá.
Hoje, ao chegar para trabalhar parei lá e um senhor me abordou:
Senhor: Você vai demorar muito?
Eu: Por que?
Senhor: Porque só tem duas vagas e se chegar mais de um paciente não vai ter onde parar.
Eu: Não, é rapidinho.
Ta, eu sei que não estou exercendo todos os meus deveres de uma boa cidadã. Mas que chato seria se eu não tivesse esse defeitinho de nada, né?! Seria perfeita! E, até uma perfeita cidadã, deve ser muito chata. Hahahahha
Beijos,
Larissa!