terça-feira, 19 de outubro de 2010

Orkut e Facebook

Esses dias eu estava conversando com uma amiga que teve um ataque de nervos por causa de recados no facebook e no orkut. Kkkkkkk É incrível como as pessoas utilizam esses meios de comunicação para passar recados a terceiros. Se você tem problemas com seu ex, com seu atual namorado (a) ou ficante, com uma amiga, com a atual namorada do seu ex, com a ex do se atual ou sei lá com quem e você quer dizer algo para essa pessoa, quer desabafar, me diz qual é o problema em pegar o telefone e falar o que sente e o que pensa? Se não quer falar, escreve um e-mail ou a velha e boa cartinha de guerra. Pra que tanta exposição? E pra que começar uma "guerra" on-line? Esse tipo de recado só serve para dar margem a muitos mal entendidos. Eu já fui vítima desse tipo de situação e já me estressei bastante por conta disso. Já recebi recados no meu orkut que na verdade não eram pra mim, a pessoa queria que um terceiro lesse e imaginasse coisas que não existiam. Resumo da ópera: eu não tinha nada com a história, metiam meu orkut no meio e acabava que eu saia prejudicada. Por isso, vez por outra meu orkut atingia o pico de mais de 100 visitas por dia. Uma loucura para uma pobre mortal como eu. Também já recebi alguns recados por tabela (esses são os mais divertidos). O que eu tenho a dizer sobre isso? Com o tempo você se vacina, rir do que passou e rir mais ainda quando você lê uma conversa meio torta com duplo sentido. Quando a maldade alheia é detectada, é uma situação tão ridícula que a pessoa que tentou envenenar a situação passa a ser digna de pena. É apenas uma pessoa pobre de espírito. Tenho outra amiga que atribui quase todos os males da humanidade a tecnologia e eu rio muito disso, até porque é uma graça quando ela fala sobre esse assunto. Eu não creio muito nisso, a tecnologia como quase tudo na vida tem seu lado bom e seu lado ruim, cabe a você utilizá-la de forma correta e consciente.
Como podemos nos blindar dos venenos destilados na internet? Realmente acho que não tem como, mas uma boa solução é tentar construir relacionamentos de confiança que tenham como alicerce o amor, a verdade e o respeito ao próximo que tudo isso passa a ser muito pequeno e praticamente insignificante. Muitas vezes está na suas mãos transformar o mal em bem.



Amiguinha, relaxa! Abstrai e finge demência! kkkkkkk

Beijos,

Amanda Klein

3 comentários:

  1. Chuta que é macumba :)
    Naiana
    PS Nao... nao é um recado nem a terceiros, nem quartos e quintos...
    hahaha

    ResponderExcluir
  2. Super concordo, pricipalmente com a parte de fingir demência. hahaha
    Larissa, diretamente de Sampa, meu.
    kkkkkkkk
    Matuto é osso.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkk..
    Amiga a tecnologia avança, a caretice das pessoas continua igual!
    Beijos

    Rully

    ResponderExcluir